Recentemente, ocorreu o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. Na ocasião, o Fórum divulgou um estudo sobre as profissões do futuro que mais demandarão profissionais nos próximos anos. Sabe-se que uma das atribuições da escola é preparar as crianças e jovens para atuar no mundo do trabalho. Diante desse fato, as instituições educacionais precisam estar atentas a esse movimento, de forma a buscar um alinhamento com ele.

O estudo divulgado analisou, também, as principais competências que serão requeridas dos profissionais do futuro que ocuparão esses postos de trabalho. Ao se fazer uma análise detalhada dessas competências, pode-se agrupá-las em quatro grandes categorias: competências técnicas específicas, competências comportamentais, competências digitais e competências de empreendedorismo e gestão. É fácil compreender a exigência de competências técnicas específicas e de competências comportamentais, pois, em qualquer ocupação do mundo do trabalho, o profissional precisa ser competente tecnicamente na atividade que vai desempenhar e precisará ter competências comportamentais (socioemocionais) bem desenvolvidas para lidar com a complexidade do mundo do trabalho atual. A competência digital, que vem se apresentando de forma inovadora em estudos como esses, passa a fazer parte do rol das competências importantes do profissional do futuro, pois a maioria das atividades relacionadas às profissões dos próximos anos, farão uso extensivo de tecnologias digitais.

A maior surpresa desse estudo refere-se, especialmente, ao grande enfoque dado às competências de empreendedorismo e gestão. E é fácil entender o motivo. O estudo aponta as profissões do futuro e os postos de trabalho que serão gerados, mas isso não se traduz, na mesma proporção, em vagas de emprego. Muitas desses postos deverão ser ocupados por profissionais autônomos ou por empreendedores individuais, em que as competências de empreendedorismo e de gestão serão fundamentais para a sustentabilidade de seus negócios. Isso está em sintonia com diversos outros estudos que apontam a redução relativa de vagas de empregos formais nos próximos anos. É a competência de empreendedorismo e gestão ganhando destaque e merecendo um olhar diferenciado por parte das instituições educacionais.    

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vamos Conversar?

Entre em Contato Comigo

Endereço

Av. do Batel, 1230, Torre BTC, Sala 02 – Batel, Curitiba – PR, 80420-090

Contato

contato@institutocasagrande.com

41 3079 7090

Facebook
Instagram
WhatsApp chat